ESCLEROSE MÚLTIPLA – ANIMAIS OU VEGETAIS?


A Esclerose Múltipla é uma doença auto-imune do sistema nervoso central caracterizada por afecções que incluem a destruição da mielina – uma substância protectora dos nervos. Há várias razões que indicam o consumo de gordura animal como um implicado principal na etiologia da doença:1,2 A gordura saturada reduz o fornecimento de oxigénio ao sistema nervoso o que resulta na activação de enzimas que favorecem a exposição do cérebro a toxinas.3 Em adição, o consumo de gordura saturada aumenta a concentração de colesterol LDL que está implicado em vários mecanismos pró-inflamatórios relacionáveis com o desenvolvimento de Esclerose Multipla.4,5 Consequentemente, populações com consumos elevados de carne, lacticínios e ovos demonstram taxas elevadas de incidência em contraste com populações com consumos reduzidos.4,6,7,8 O tratamento mais eficaz para a Esclerose Múltipla alguma vez reportado na literatura científica consiste na administração de uma dieta que restringe drasticamente o consumo de produtos de origem animal.9,10 Em doentes no estado inicial, 95% ficou sem progressão da doença – mesmo depois de 34 anos de mudança dietética – e pacientes com doença avançada demonstraram benefícios significativos.9,10

Restrição de gordura animal: o tratamento mais eficaz para a Esclerose Múltipla.


1 – Swank RL, Goodwin J. Review of MS patient survival on a Swank low saturated fat diet. Nutrition. 2003 Feb;19(2):161-2.
2 – Swank RL, Goodwin JW. How saturated fats may be a causative factor in multiple sclerosis and other diseases. Nutrition. 2003 May;19(5):478.
3 -Swank RL, Grimsgaard A. Multiple sclerosis: the lipid relationship. Am J Clin Nutr. 1988 Dec;48(6):1387-93. 
4 – Das UN. Is there a role for saturated and long-chain fatty acids in multiple sclerosis? Nutrition. 2003 Feb;19(2):163-6. 
5 – Besler HT, Comoğlu S. Lipoprotein oxidation, plasma total antioxidant capacity and homocysteine level in patients with multiple sclerosis. Nutr Neurosci. 2003 Jun;6(3):189-96.
6 – Roy L. Swank, Ola Lerstad, Axel Strøm, Julie Backer. Multiple Sclerosis in Rural Norway — Its Geographic and Occupational Incidence in Relation to Nutrition. N Engl J Med. 1952; 246:721-728
7 – Schwarz S, Leweling H. Multiple sclerosis and nutrition. Mult Scler. 2005 Feb;11(1):24-32.
8 – Ghadirian P, Jain M, Ducic S, Shatenstein B, Morisset R. Nutritional factors in the aetiology of multiple sclerosis: a case-control study in Montreal, Canada. Int J Epidemiol. 1998 Oct;27(5):845-52.
9 – Michael A. Kadoch. Is the Treatment of Multiple Sclerosis Headed in the Wrong Direction? Le Journal Canadien des Sciences Neurologiques, Volume 39, No. 3 – May 2012.
10 – Swank RL, Dugan BB. Effect of low saturated fat diet in early and late cases of multiple sclerosis. Lancet. 1990; 336:37-9.

Leave a Reply